As reais calorias do óleo de coco – Parte 3

Calorias do óleo de coco
As reais calorias do óleo de coco – Parte 2
9 de março de 2018
Bolo de caneca funcional
Bolo de caneca de 2 minutos
23 de março de 2018
Perda de peso x óleo de coco

As calorias do óleo de coco e a perda de peso.

Este é o último post sobre as reais calorias do óleo de coco! Que tal ler a parte 1 e a parte 2? Uma das chaves para a perda de peso bem sucedida e sustentável é comer as combinações certas de macronutrientes para mantê-lo saciado. Incorporar vegetais crus, fibras, proteínas e gorduras boas em cada refeição ajudam a preencher a barriga, equilibrar o açúcar no sangue, enviar a mensagem de saciedade ao cérebro e fornecer ao organismo nutrientes que promovam a saúde.

Se você tomar um refrigerante agora, você ficará com fome pouco depois e procurará seu próximo golpe de açúcar. Se você tomar um suco verde bem completo, contendo fibras, proteína e gordura (você pode fazer isso colocando linhaça, pepitas de girassol, spirulina, abacate, coco, castanhas, óleo de coco) eles irão equilibrar seu açúcar no sangue e mantê-lo cheio e saciado por algumas horas.

Comece cada refeição classificando sua fome em uma escala de 0 a 10. Zero está cheio e 10 é voraz. Remova todas as distrações, como seu telefone, computador e TV. Respire um pouco com a refeição à sua frente. Coma devagar, mastigue cada mordida completamente e perceba os gostos, texturas e aromas da comida. Quando estiver a meio da refeição, avalie sua fome novamente em uma escala de 0 a 10. Aponte para parar de comer com 80% de cheio. Uma vez que você tenha se familiarizado com os sinais de saciedade do seu corpo, você acabará consumindo o número exato de calorias que seu corpo precisa.

Refeições x perda de peso

Preste atenção ao tempo da refeição. Comer de acordo com os ritmos naturais do seu corpo é crucial para a perda de peso. Seu sistema digestivo está no auge entre às 10h e às 14h, de modo que comer um almoço grande e saudável durante esse período é mais eficiente para digestão e assimilação de nutrientes. De noite, este sistema já fica um pouco mais lento, por isso, tente parar de comer às 19h.

O jejum de pelo menos 12 horas entre o jantar e o café da manhã ajuda a queimar gordura. O jejum promove a secreção do hormônio do crescimento humano, otimiza a construção muscular e normaliza a sensibilidade à insulina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Faça sua encomenda via WhatsApp