As reais calorias do óleo de coco – Parte 2

Calorias do óleo de coco.
As reais calorias do óleo de coco – Parte 1
2 de março de 2018
Perda de peso x óleo de coco
As reais calorias do óleo de coco – Parte 3
16 de março de 2018
Calorias do óleo de coco

A importância da qualidade que ingerimos.

No último post explicamos como alimentos diferentes mas com a mesma quantidade de calorias são metabolizados de forma diferente no nosso corpo. E por isso podem influenciar o aumento e redução de peso.  Usamos como exemplo o refrigerante e o suco verde. Seria legal você ler a última matéria para depois continuar a ler esta, ok?

Hoje vamos explicar que outros fatores também influenciam esta resposta do nosso organismo. Para começar, é preciso saber que os tipos de macronutrientes que você ingere, sejam eles: carboidrato, proteína ou lipídios.A qualidade dos alimentos que aqui quer dizer por exemplo, se o alimento é orgânico ou não, se é da época ou não. A regulação do açúcar no sangue, caso você tenha algum distúrbio relacionado à insulina por exemplo. As bactérias intestinais que são aqueles bichinhos que DEVEM viver no nosso intestino, porque fazem bem a ele. E o ritmo circadiano, aquele ritmo biológico característico seu. Que pode ser alterado por fatores externos como luz, temperatura, chuvas, etc. São mais influentes sobre a quantidade de gordura que você acumula do que simplesmente a quantidade de calorias.

Então, se você não está contando calorias, o que você faz em vez disso?

Não é que as calorias não são importantes, simplesmente a qualidade dos nutrientes importam mais. Considerando as calorias como o fator mais importante em como escolhemos quais alimentos consumir é uma visão excessivamente simplista que não considera a qualidade nutricional.

Se você está vivendo com refrigerantes dietéticos e pacotes de lanches de 100 calorias, você pode estar comendo poucas calorias. Mas está consumindo uma tonelada de produtos químicos, ingredientes alergênicos e inflamatórios  e quase sem nutrientes. Com uma dieta como essa, é provável que fique muitas vezes com fome, irritado, com dor de cabeça e desnutrido. Além de estar lutando para manter um peso saudável.

 

Enquanto isso, a pessoa que come uma dieta de alto teor calórico de alimentos reais que inclui alimentos como abacates, nozes, macadâmia e óleo de coco, está desfrutando de peso saudável, melhor humor, mais energia e um sono tranquilo, pois seu corpo sabe como usar esses alimentos para manter o organismo saudável.

 

Como mudar tudo isso?

Ao cortar alimentos processados ​​e embalados e concentrar-se em alimentos inteiros reais, você estará fornecendo ao seu corpo uma grande variedade de nutrientes que ele pode usar para promover a saúde. Coma em torno de 8 porções de vegetais, densos em nutrientes, por dia e evite alimentos inflamatórios e com menos nutrientes o máximo possível. Tais como açúcar, farinha, farinha refinada, óleos hidrogenados, edulcorantes artificiais, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Faça sua encomenda via WhatsApp