Desmitificando o Óleo de Coco Virgem

Receita de trufa de chocolate e castanhas para fazer na páscoa.
Receita de Trufa de Chocolate – Páscoa Saudável
14 de abril de 2017
Benefícios do óleo de coco
Óleo de coco, Nutrição e Estética
28 de abril de 2017

 

Hoje vamos desmistificar um pouco as dúvidas a respeito do óleo de coco virgem e suas particularidades, quando comparadas às do óleo de coco extravirgem. Pra começar, esqueça aquela história de que azeites/óleos extravirgem são ótimos e os virgens não. Isso não é errado, mas só vale para o azeite de oliva, tá? No caso do óleo de coco, a denominação de virgem e extravirgem é um pouco diferente.

Explicando melhor, o azeite de oliva extravirgem é extraído a frio. Isso quer dizer que ele não perde propriedades nutricionais importantes com as altas temperaturas. Quando compramos azeite de oliva virgem, isso quer dizer que ele foi extraído (prensado), utilizando-se altas temperaturas. Este processo, além de reduzir a qualidade do azeite, torna-o mais ácido e mais propenso a oxidação, consequentemente, menos saudável. Muitas indústrias aplicam este procedimento porque o rendimento do azeite extraído com a prensa quente é muito maior. É por isso que o preço dele é menor, quando comparado ao azeite extravirgem.

No caso do óleo de coco, a diferença é que o óleo extravirgem é extraído somente da polpa do coco (parte branca). E o virgem é extraído da película do coco (aquela parte marrom que fica grudada da polpa branca quando você abre um coco seco). O processo de extração é o mesmo, ou seja, a frio, para que em ambos os casos nenhum dos produtos perca qualidade e propriedades nutricionais.

A parte interessante de usar o óleo de coco virgem é que ele tem menos gosto de coco que o extravirgem. Então para preparações salgadas ele é mais indicado. Ou também para pessoas que não querem muito gosto de coco na comida.

Ele também tem por característica uma coloração mais escura (sua cor puxa para um amarelado). E tende a solidificar em temperaturas mais altas que o extravirgem.

Para dar algumas sugestões de como utilizar esse óleo na culinária do dia a dia, vamos ensinar duas receitas rápidas, fáceis, baratas e estratégicas (aquelas receitas que você pode fazer todas as semanas e guardar para quando bater aquela fome). Abóboras assadas com curry + Petiscos de sementes de abóbora. Confira os vídeos.

 

Receita de abóbora com curry

Petiscos de sementes de abóbora

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Faça sua encomenda via WhatsApp